terça-feira

Boletim Justiça Global nº 23

Prá quem tá a fim de se "Informar" através de fontes menos "deformadoras" vai uma dica abaixo... bjs e boa semana!

Boletim Eletrônico da Justiça Global
26 de julho de 2007 - nº 23
www.global.org.br

Editorial – Mobilização contra a criminalização da pobreza e dos movimentos sociais

Fracassou a tentativa das autoridades em calar os movimentos. Mais de mil pessoas foram às ruas no Rio de Janeiro, no último dia 13 de julho, realizar uma manifestação pelos direitos dos trabalhadores e contra a criminalização da pobreza e dos movimentos sociais. No dia 23, outras cerca de 700 pessoas, entre crianças, jovens e adultos participaram de ato contra a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Os dois protestos consolidam o repúdio popular às políticas em curso que violam os direitos humanos, econômicos e sociais da população.


Sociedade civil denuncia exoneração do Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB no Rio

As organizações de Direitos Humanos, entre elas a Justiça Global, e movimentos sociais encaminharam denúncia às Nações Unidas (ONU) e a Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre a exoneração de João Tancredo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ).


ONU recebe denúncia sobre extermínio de jovens negros na Bahia

O crime conhecido como "Matança de Nova Brasília" - bairro considerado ponto de desova de grupos de extermínio de Salvador (BA) - foi denunciado às Nações Unidas. O Movimento Negro Unificado de Salvador (MNU) e a Justiça Global encaminharam ao relator especial da ONU sobre Execuções Arbitrárias, Sumárias ou Extrajudiciais, Philip Alston, denúncia sobre o crime ocorrido em março deste ano. Um grupo de extermínio executou com nove tiros o jovem negro, Clodoaldo Souza, 22 anos, e feriu gravemente Cléber Álvaro, 21 anos – atingido por dois projéteis na coluna e um na virilha – que só não foi assassinado nahora porque desmaiou. ( Leia mais)


Câmara dos deputados arquiva projeto que fere direito quilombola

O projeto de lei do deputado Valdir Collato, que previa a suspensão dos direitos constitucionais dos quilombolas, foi arquivado pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. A análise da relatora do projeto, a deputada Iriny Lopes, considerou a proposta equivocada pois, do ponto de vista jurídico, ignora tratados internacionais, dos quais o Brasil é signatário ( Leia mais)


Urso Branco: Brasil tem nova denúncia em tribunal internacional

A Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Porto Velho (CJP) e a Justiça Global encaminharam nova denúncia à Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA sobre a situação dos internos no presídio Urso Branco (RO). O documento foi enviado após a última rebelião ocorrida em 9 de julho no presídio. Desde 2002, após denúncia da Justiça Global, o Brasil vem sendo monitorado por este tribunal internacional em razão da chacina que aconteceu naquele presídio ocasionando a morte 24 presos. De lá para cá, quase 100 detentos foram barbaramente assassinados no Urso Branco, a maioria por conflitos internos.


Justiça Global solicita posicionamento favorável do governo brasileiro em reunião da ONU

Integrante de uma coalizão de ONGs – formada por 155 organizações em 50 países –, a Justiça Global encaminhou solicitação ao ministro das relações exteriores, Celso Amorim, para garantir um posicionamento favorável do Brasil referente a adoção do Protocolo Facultativo do Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (PIDESC) na ONU.

Nenhum comentário:

Wesley's Twitter

Últimos vídeo

Loading...