quarta-feira

Artigo sobre a afirmação que o Vaticano fez quanto à Igreja de Cristo

Artigo escrito pelo secretário geral da Missão Portas Abertas a respeito da afirmação que o Vaticano fez quanto à Igreja de Cristo.

Igreja de Cristo - conhecida por seus frutos, revelada por Deus 
Douglas Monaco Secretário Geral Portas Abertas Brasil
  
INTERNACIONAL - Mesmo a Portas Abertas sendo uma missão evangélica, é freqüente no seu site a publicação de notícias que envolvam católicos – romanos, ortodoxos ou coptas – em países como Índia, Iraque, Egito, ex-Repúblicas Soviéticas, entre outros. As notícias geralmente relatam um padre que foi preso, um bispo que se manifesta contra discriminação, ou outro fato desta natureza.

Algumas pessoas que vêem essas notícias questionam se a Portas Abertas é ecumênica.

Segundo o dicionário Houaiss, ecumenismo é o substantivo que designa tanto o apelo à unidade de todos os povos contidos na mensagem do Evangelho quanto o movimento favorável à união de todas as igrejas cristãs. Portanto, a resposta é não, a Portas Abertas não é ecumênica.

A Portas Abertas é uma missão de confissão apostólica e arraigada na tradição da reforma de Lutero do século XVI. Mas, ao mesmo tempo em que não é ecumênica, a Portas Abertas não se arroga a capacidade de distinguir quem é e quem não é cristão. Nós cremos que essa é uma capacidade que Jesus guardou pra si mesmo, conforme a parábola do joio e do trigo (Mt 13.24-30, ênfase no versículo 30).

Assim, quando pessoas que alegam ser cristãs são por causa disso hostilizadas, a Portas Abertas noticia o caso, se solidariza com elas e convida os que crêem na intercessão a se unirem por essas vítimas da intolerância religiosa.

Por isso também, a Portas Abertas respeitosamente rejeita a recente colocação do cardeal Joseph Ratzinger, conhecido como Papa Bento XVI, de que apenas a Igreja Católica é a Igreja de Cristo.

Sem questionar a erudição pessoal e a condição de líder de um grande movimento – traços indissociáveis da figura do Papa –, a Portas Abertas não reconhece em homem nenhum a condição de emitir tal veredicto. O máximo que o Senhor Jesus Cristo nos permitiu fazer é buscar os verdadeiros cristãos pelos seus frutos (Mt 12.32).

Fica aqui o convite a todos os que pleiteiam ser parte do verdadeiro Corpo de Cristo, descrito por Paulo em 1 Coríntios 12.12-31, que busquem produzir frutos. No mais, resta a todos nós, outro conselho de Paulo: "Quem julga estar de pé cuide para que não caia" (1 Co 10.12).

Nenhum comentário:

Wesley's Twitter

Últimos vídeo

Loading...