segunda-feira

Ataque dos EUA mata sete crianças no Afeganistão

Quem são os verdadeiros terroristas do mundo? O presidente Bush diz que "luta" pela paz mundial. Com certeza ele luta promovendo lutas imorais, desumanas e inglórias. Tudo para mantar o imperialismo estadunidense e a indústria armamentista que a sua família representa. Veja os fatos:
 
ATAQUE DOS EUA MATA SETE CRIANÇAS NO AFEGANISTÃO
Fonte: Folha Online
 
Ao menos sete crianças e dezenas de supostos insurgentes morreram em um bombardeio contra uma escola e uma mesquita lançado por aviões americanos no leste do Afeganistão, informou nesta segunda-feira o comando local dos Estados Unidos. A operação ocorreu na noite deste domingo no distrito de Zarghun Shah (Província de Paktika), contra um prédio que abrigava uma mesquita e uma escola.
 
O ataque matou sete crianças, segundo as primeiros informações. De acordo com o comunicado, as forças americanas receberam permissão para efetuar o bombardeio após receber informações de que o local servia para dar cobertura a integrantes da Al Qaeda.
 
"Este é um exemplo de como a Al Qaeda usa o status protetor de uma mesquita, assim como civis inocentes, como escudos", disse no comunicado o porta-voz americano Chris Belcher. Recentemente, as mortes de civis em ataques da coalizão cresceram no Afeganistão. Os fatos foram qualificados pelo presidente afegão, Hamid Karzai, como "inaceitáveis".
 
No final de abril, 51 civis morreram na Província de Herat (oeste), vítimas de um bombardeio. Em 8 de maio, outros 21 civis foram mortos em operação na Província de Helmand (sul). As ações criaram mal-estar para as forças internacionais, que culminou em uma resolução aprovada pelo Senado afegão exigindo o fim de todas as operações que não respondam a um ataque prévio ou não tenham sido autorizadas pelo Exército ou pela polícia do país.
 
Mortes de civis
 
A Isaf (Força Internacional de Assistência à Segurança) que a Otan dirige no Afeganistão admitiu que os ataques das forças especiais americanas, que não estão sob comando aliado, que deixam vítimas civis, colocam a população "contra si mesma" e dificultam seu mandato. A operação deste domingo contra a mesquita, na qual as tropas prenderam duas pessoas, aconteceu em um dia especialmente sangrento, quando aconteceu o maior atentado cometido até agora pelos talebans desde a derrubada do regime fundamentalista.
 
No atentado --uma explosão dentro de um ônibus no qual viajavam instrutores da polícia-- 35 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no centro da capital, Cabul. O fim do inverno no hemisfério norte acirrou a violência no Afeganistão, com constantes bombardeios, atentados suicidas e combates entre as forças ocidentais e os insurgentes. Mais de 2.000 pessoas morreram neste ano devido à violência no país, muitos deles civis.

Nenhum comentário:

Wesley's Twitter

Últimos vídeo

Loading...