sexta-feira

Manga com leite ou picolé de chuchu?

Caros amigos,
 
Um dia levei uns amigos para casa e servi um delicioso creme de manga. Um deles apavorou dizendo que "manga com leite faz mal". É impressionante como uma mentira pode se prolongar durante séculos. Quem inventou isso foi o senhor de engenho que não queria com os escravos, depois de comerem manga no quintal, tomassem leite no curral.
 
Até hoje é assim: as elites sempre tem uma mentira para espalhar e apavorar o povão. É patético o joginho para desmobilizar quem realmente está com o povo. O Pinockmin tá tão desesperado que apareceu beijando as logos das estatais e prometendo mais concursos. É patético acreditar que quem privatizou São Paulo não fará o mesmo se presidente. É patético alguém acreditar nisso, mas se ainda tem gente que se apavora com a mistura manga com leite...
 
Na realidade, o jogo da política nacional em que o PT não deveria ter se metido. É um jogo sujo que tá ai a muitos anos e que o Pinockmin não fez e nem fará diferente. Se eleito usará bodes expiatórios para pagar o pato e continuar governando, como fez FHC. Se você acredita que foi só o PT que dava mensalões, também deve acreditar em fadas... papai noel... e que manga com leite faz mal. Só não tente me convencer disso. Numa hipótese muito remota da eleição do Pinockmin ele fará pior, ai depois me mande uma mensagem dizendo: "Companheiro, Wesley, eu não sabia!", igualzinho fala hoje o Lula.
 
Agora, se você gosta tanto assim de vídeo, veja o sanguessuga do Serra recebendo as ambulâncias. Você que é uma pessoa tão consciente e tão politizada vai gostar de ler o comentário de Paulo Henrique Amorim.
 
A 29 de outubro escolheremos outra combinação: manga com leite ou picolé de chuchu. A faixa presidencial será passada para alguém que governará o país pelos próximos 4 anos. A primeira combinação, a elite brasileira diz que é explosiva. Mas nós experimentamos ela durante 4 anos e foi ótima para o social. Da outra, nós não podemos falar o mesmo, pois em São Paulo privatizou todas as estatais.
 
No primeiro turno queria votar no Cristóvão, pela educação, mas preferi o marisco pra que o picolé de chuchu não vencesse. Não é tão fácil assim, barrar a elite, porque ela conta com o apoio dos que continuam acreditando que "O Lula é um despreparado", "O Lula é feio, analfabeto", "O Lula sabia de tudo" e "manga com leite faz mal".
 
Neste segundo turno é por eliminação. A política visa ao conjunto da população, sem levar em conta as convicções religiosas do cidadão ou cidadã. O governo tem a obrigação de servir a todos garantindo seus direitos, proteção e o mínimo de bens para que possam viver com dignidade: saúde, segurança, habitação, economia estável, justiça (para pobres e ricos), trabalho digno e sem exploração. Coisas que o neoliberalismo do PSDB pode até prometer no início, mas fragilizará de tal forma que estas conquistas sociais só serão sentidas nos índices de desenvolvimento humano. Em outras palavras, o pobre se ferrará cada vez mais e a classe média ficará ameaçada pelo pobre ferrado.

A política tem que se apoiar em valores éticos que favoreça as condições de vida à maioria da população. É neste ponto que as políticas do PSDB e do PT ganham contornos diferentes. Os dois partidos tiveram desvios éticos? Sem dúvida! Atire a primeira pedra quem não tem pecado.

Contra o PT a elite vem com várias pedras, mas atire a primeira pedra se o PSDB não pecou também! O PSDB, partido de Alckmin, nos 8 anos em que FHC governou o Brasil fez mensalões, comprou a reeleição e privatizou como nunca, patrimônios dos brasileiros que não precisavam ser privatizados, como a Vale do Rio Doce, Embratel, Telebrás, Usiminas etc.
 
Era patrimônios cujos lucros levavam aos Estado bastante dinheiro. Eles argumentam que o dinheiro das Estatais não estavam contribuindo para o Brasil, que está sendo usado indevidamente para os corruptos. Isso é um sofisma, pois se o leiteiro está roubando o seu leite, você manda o leiteiro embora ou mata a vaca? No caso do PSDB, eles preferem sempre matar a vaca. Estatais que foram vendidas a preço de  banana, e os lucros passaram a ser embolsados por corporações privadas, muitas delas estrangeiras. Não é muito pior do que desviar dinheiro das Estatais?
 
O que FHC não deu, enfraqueceu. Os Correios e a Caixa enfraqueceram tanto, que ficaram sem aumento salarial durante 8 anos e sem reposições de vagas com novos concursos públicos. Tudo para torná-las mais enxutas e mais atrativas à compra por outras empresas privadas. Felizmente o Serra não venceu e com o Lula, conseguimos, no mínimo, atrasar os planos neoliberais por 4 anos.

Lula não privatizou o patrimônio público e ainda salvou o funcionalismo público massacrado na era tucana. Promoveu novos concursos, a Caixa se tornou uma das 150 melhores empresas para se trabalhar, segundo a Revista Você S/A 2006, reajustou salários defasados do funcionalismo público e pegou o salário . Eleger Alckmin pode ser o primeiro passo para a privatização da Petrobras, do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal  e dos Correios.
 
No governo FHC, as políticas sociais eram tímidas e assistencialistas. O Comunidade Solidária era uma iniciativa nanica comparada à grandiosidade do Bolsa Família, que hoje distribui renda para mais de 40 milhões de pessoas. Graças a isso, de cada 100 brasileiros que viviam na miséria, nos últimos 4 anos 19 passaram à classe média.

No governo Lula houve, sim, desvios éticos: o caso Waldomiro Diniz; o "mensalão" e os "sanguessugas"; a quebra do sigilo bancário do caseiro de Brasília; o dossiê contra Serra. Não há nenhuma prova de que o presidente soubesse antecipadamente dessas operações inescrupulosas. E ao virem a público, ele tratou de demitir os envolvidos.

No governo FHC, dinheiro público foi usado para tentar socorrer bancos privados: o Proer. O Banco Econômico recebeu R$ 9,6 bilhões. Instalou-se uma CPI que, controlada pelo Planalto, justificou a maracutaia e nunca investigou a Pasta Rosa que continha os nomes de 25 deputados federais subornados pelo Econômico.

Houve ainda os casos dos precatórios; da compra de votos para aprovar a emenda constitucional que permitiu a reeleição de FHC; do socorro aos bancos Marka e FonteCidam no valor de R$ 1,6 bilhão (os tucanos impediram a instalação da CPI para investigar o caso); as falcatruas na Sudam etc. Nada foi apurado, porque o Procurador-Geral da República, Geraldo Brindeiro, conhecido como  "engavetador-geral" , engavetou, até maio de 2001, 242 processos contra o governo e arquivou outros 217, livrando os suspeitos de qualquer investigação: 194 deputados federais, 33 senadores, 11 ministros e ex-ministros, e o próprio presidente da República.

O governo FHC tratou os movimentos populares como caso de polícia, e não de política. Remeteu o Exército para reprimir o MST e os petroleiros em greve. Lula jamais criminalizou movimentos sociais e, sob o seu governo, a Polícia Federal levou à prisão gente graúda, dos donos de uma grande cervejaria a juízes, e inclusive petistas envolvidos no caso do dossiê anti-Serra. Lembra da foto do índio brasileiro ajoelhado na estrada sendo barrado por soldados? Isso foi na comemoração dos 500 anos do Brasil. FHC mandou barrar a entrada dos índios a Porto Seguro.

O governo Lula reforçou a soberania do Brasil. Repudiou a Alca propostapelo governo Bush; condenou a invasão do Iraque; visitou a cada ano países da África; abriu as portas de nossas universidades a negros e indígenas; estendeu energia elétrica aos mais distantes rincões; manteve a inflação sob controle; impediu a alta do dólar; reduziu os preços dos gêneros de primeira necessidade; ampliou o poder aquisitivo dos mais pobres, através do aumento do salário mínimo.

Lula ainda nos deve muito do que prometeu ao longo de suas campanhas presidenciais, como a reforma agrária. Porém, o Brasil e a América Latina serão melhores com ele do que sem ele. Se você não está convencido disso, trate de convencer também outros eleitores de que manga com leite faz mal. A elite agradece!
 
O que o último governo neoliberal fez com o Brasil não dá para esquecer, pois foi imperdoável! Não deixarei que o Pinockmin faça o mesmo novamente.


Wesley Porfírio

Nenhum comentário:

Wesley's Twitter

Últimos vídeo

Loading...