segunda-feira

Formas de censura - Revista Veja e a parcialidade

Toda imprensa para ser livre é preciso ser comprometida com a verdade dos fatos. Esta primeira frase deveria ser óbvia, mas para a imprensa brasileira não é. De um lado temos as Organizações Globo sempre puxando o saco da situação e do outro o Grupo Abril que odeia que os (ex)pobres do PT dividam o poder com as elites que representam.
 
Fato é que a Revista Veja ao apresentar apenas uma versão dos fatos publicados fere um princípio ético do jornalismo por impedir aos citados em suas matérias a oportunidade de defesa.
"Assim como outras revistas semanais, a estrutura é extremamente centralizada. Até o cargo de editor, o jornalista ainda é considerado de 'baixa patente', ou seja, não decide grandes coisas sobre o que será publicado. Dos editores executivos para cima já se possui poder sobre a definição do conteúdo, mas os profissionais são escolhidos a dedo..." trecho

"Um movimento popular ganhava atenção e simpatia da opinião pública fazia dois anos. Era preciso desmoralizá-los. Em junho de 1998, a capa da revista semanal com maior tiragem do país enquadrava uma das lideranças do movimento com uma iluminação avermelhada produzida nas telas de um computador sobre o rosto com uma expressão tensa. A chamada não deixava dúvidas: 'A esquerda com raiva'. O rosto demonizado era de João Pedro Stédile, líder do movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), e a publicação, Veja..." outro trecho
Porfírio
Wesley's Space Blog
http://spaces.msn.com/wporfirio
"adwp06"

Nenhum comentário:

Wesley's Twitter

Últimos vídeo

Loading...